• Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
 

neoPod | 1º de abril: Qual é a origem do "Dia da Mentira", e a verdade por trás?

Atualizado: 5 de mai.

Data feita para pregar peças e contar histórias tem relação com o Concílio de Trento da Igreja Católica, na Era Moderna



Concílio de Trento. (Reprodução)



Você sabe quando começou o Dia da Mentira? Na data de 1º de abril, é comum vermos pela internet piadas e peças que os internautas pregam uns nos outros, mas quando isso tudo surgiu? Para entendermos a data, é preciso voltar para a primeira metade da Era Moderna na Itália, quando existiu o chamado Concílio de Trento.


O Concílio de Trento, criado pelo Papa Paulo III em 1545, tinha a missão dada pela Igreja Católica de assegurar a fé e a disciplina eclesiástica na Europa; influenciada na época pela Reforma Protestante. Numa das medidas tomadas, o conselho estipulou o chamado Calendário Gregoriano (o que utilizamos hoje) no lugar do Calendário Juliano, já com Papa Gregório XIII no Vaticano.


Leia também: Existe uma entrada para a "Terra Oca" no planeta? Como a Antártida está ligada a isso?



Entre as determinações do Calendário Gregoriano, estava a atual divisão de 365 dias, 12 meses, quatro estações do ano e o início do calendário em 1º de janeiro. Apesar disso, tal divisão que leva em conta a rotação da Terra foi, em teoria, vista negativamente pelos franceses.


Dessa forma, aqueles que iam contra a mudança de Gregório XIII escolheram o dia 1º de abril para comemorações inexistentes, e festas que zombassem da decisão de 1º de janeiro. Assim, o 1º de abril ficou marcado como Dia da Mentira ao longo da história, fazendo com que se tornasse uma espécie de "lenda" para a população de praticamente todo o mundo.


Você pode gostar: O que é o disco datado de 2 mil anos, que pode nos mostrar a galáxia?


Outra versão da história do Dia da Mentira coloca o rei Carlos IX como aquele que determinou o Ano-Novo no dia 1º. Nesse caso, a virada de ano era comemorada do dia 25 de março a 1º de janeiro antes da estipulação do Calendário Gregoriano, e aqueles que iam contra ideia passaram a ser chamados de "bobos de abril".



Como surgiu o Dia da Mentira no Brasil?


Além da história do Concílio de Trento, o Dia da Mentira chegou no Brasil muito tempo depois. No século XIX, mais precisamente em 1828, o jornal de Minas Gerais A Mentira publicou uma notícia que deixou a população surpresa: Dom Pedro I havia morrido.


Mas é claro que não passava de uma peça pregada na população, desmentida já no dia seguinte à publicação. Dom Pedro I, filho de João IV de Portugal, faleceu apenas em 1834 por conta da tuberculose.


 

Se você quer conhecer mais sobre sociedades secretas, civilizações antigas, História ou até mesmo teorias da conspiração, confira o neoPod! Em formato de videocast e podcast, o programa neoriginal tem tudo para te deixar antenado nesses assuntos.


Confira o episódio mais recente do neoPod logo abaixo:




Quer ficar por dentro de várias notícias sobre a cultura pop, cinema, séries, tecnologia, um pouco de mistério e muito mais? Acesse o nosso Instagram para ficar por dentro do assunto!