top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Cruz Vermelha é vítima de ciberataque e dados de mais de 500 mil pessoas são comprometidos



Um dos maiores movimentos sociais do mundo, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, também chamado somente de Cruz Vermelha, foi alvo de um ciberataque na última quarta-feira (19), que resultou no comprometimento dos dados de mais de 500 mil pessoas que vivem em situação de risco e/ou extrema vulnerabilidade.


A organização divulgou que não houve vazamentos, porém dado o perigo que o compartilhamento destas informações possa ocasionar, principalmente por se tratar de pessoas e famílias já debilitadas e que passam por um "sofrimento incalculável", a própria Cruz Vermelha pediu para que o que foi pego não seja vendido ou compartilhado.





O alvo do ataque foi uma empresa suiça contratada pela organização para cuidar de seus dados. Este setor, o de saúde, anda sendo alvo de diversos ataques cibernéticos nos últimos tempos, tendo tido um aumento significativo de 71% só no ano de 2021, com tendência de continuar. A razão disso tudo, muito provavelmente se dá pela pandemia do coronavírus, e o protagonismo que todo o setor de saúde tomou nesses últimos anos.





Quer ficar por dentro de várias notícias sobre a cultura pop e o mundo da tecnologia? Acesse o canal do Portal neoNews no Telegram!

Comments


bottom of page