top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Brasileiro entra para Clube Internacional de pessoas mais inteligentes do mundo

Cícero Moraes é um designer do Mato Grosso.


Gustavo comemorando a liderança

(Foto: Divulgação)


Cícero Moraes, designer gráfico do norte do Mato Grosso, agora faz parte do Clube Internacional de Gênios, que reúne pessoas com o QI mais alto do mundo, com altas habilidades ou superdotação (AH/SD).


Cícero é especializado em reconstrução facial 3D, e refez a primeira prótese de casco de jabuti feita em impressora 3D no mundo e uma animação com o rosto de Zuzu, um dos primeiros habitantes do Brasil.


Cícero tem 39 anos e só descobriu sua superdotação na pandemia de COVID-19, em meio a diversas crises de ansiedade, que acabaram despertando o seu interesse no autoconhecimento, e o fizeram descobrir que sua inteligência inteligência é acima da média, fazendo parte dos 15 superdotados do estado.


 

Publicidade

 

“Entrei de cabeça na leitura de materiais que revelassem o que estava acontecendo comigo. Eu imaginava que fazia parte do espectro autista ou algo parecido, pois desenvolvi comportamentos de aversão a pessoas e ambientes poluídos, hiperfoco, sensibilidade à luz, aversão a alguns sons, mapeava com facilidade o humor de quem estava próximo, a fome me deixava irritado e não tolerava injustiça” - declarou o designer gráfico.


“Nunca achei que poderia ser (superdotado). Fiquei emocionado e aliviado, foi como tirar um peso das costas. O mais agradável de toda essa experiência é que parece que eu fiz as pazes comigo mesmo, passei a me entender melhor, a respeitar os limites, as características, a saber descansar ao passo que ganhei mais coragem para exercer atividades que outrora me cansavam bastante” - finalizou.


 

Publicidade

 




Comments


bottom of page