top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Barbie gerou escassez global de tinta rosa

O filme usou tanta tinta rosa para a produção que “o mundo ficou sem rosa” segundo a designer de produção


Gustavo comemorando a liderança

(Foto: Divulgação)


Se tem uma coisa que sabemos que não falta no mundo da Barbie é a cor rosa, e no filme live-action não está sendo diferente! Em entrevista à Architectural Digest, Greta Gerwig e Sarah Greenwood, a diretora e a designer de produção, revelaram que a produção do filme causou uma escassez temporária de tinta rosa ao nível global.


“Manter a 'criança' era fundamental”, disse Gerwig ao site. “Eu queria que os rosas fossem muito brilhantes e tudo fosse quase demais.”


Greenwood também lembrou que a criação dos cenários rosas causou uma corrida internacional da tonalidade fluorescente de tinta da marca Rosco. “O mundo ficou sem rosa”, riu a designer.


Apesar da consequência, Greta disse que os detalhes foram feitos para capturar o que “me fez amar a Barbie quando eu era uma garotinha”.


O filme “Barbie” está com data de estreia marcada para 20 de julho no Brasil.


 

Publicidade

 

Comments


bottom of page