• Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
 

Em desespero, Viasat processa Starlink de Elon Musk

Viasat e Starlink pretendem oferecer o serviço de internet banda larga para todo o mundo por meio de satélites



A empresa Viasat, junto a FCC (Federal Communications Commision) acaba de processar a SpaceX por conta do Constelação Starlink. O objetivo é de barrar mais lançamentos de satélites pela empresa.


O motivo do processo é que a quantidade de satélites lançados para o projeto pode gerar interferência nas transmissões, atrapalhar a astronomia, pode gerar uma reentrada inesperada deles na atmosfera e também causar um impacto ambiental.



O projetro Constelação Starlink tem como objetivo trazer internet para todo o mundo a partir de diversos satélites. O curioso é que a Viasat também oferece o mesmo serviço, porém seus satélites são lançados em uma altitude maior - 550km os satélites Starlink e 3500km os da Viasat.


Fica a dúvida então sobre a real intenção da Viasat com esse processo, visto que ambas oferecem internet para todo o mundo a partir de satélite, porém o serviço do Starlink consegue atingir áreas extremas do planeta, como alto mar, desertos, montanha e florestas, recebendo atenção até das forças armadas americana. Talvez possa ser uma ato de defesa para evitar o crescimento de uma grande rival que pode roubar seu lugar na indústria.



Sobre a FCC

A Comissão Federal de Comunicações regula as comunicações interestaduais e internacionais por rádio, televisão, fio, satélite e cabo em todos os 50 estados, no Distrito de Columbia e nos territórios dos EUA. Uma agência governamental independente dos EUA supervisionada pelo Congresso, a Comissão é a agência federal responsável pela implementação e aplicação da lei e regulamentos de comunicações dos EUA.



Banner_rede_social_branco.jpg
Bruninha_Banner.png
Siga o @portalneonews nas redes sociais e fique por dentro de conteúdos exclusivos
  • Grey Twitter Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Facebook
  • YouTube