top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Semana do Consumidor vs. Black Friday: Descubra as Diferenças e Oportunidades de Compras

Entenda as particularidades entre a Semana do Consumidor e a Black Friday, dois eventos que movimentam o calendário comercial com ofertas irresistíveis para os consumidores



Compras

(Foto: Divulgação)


Na era do consumo, datas especiais no calendário comercial se tornaram oportunidades únicas para os consumidores aproveitarem ofertas irresistíveis. Duas dessas datas, a Semana do Consumidor e a Black Friday, ganham destaque por suas promoções atrativas. Mas afinal, qual a diferença entre esses eventos?


O Dia do Consumidor, celebrado em 15 de março, originalmente não foi concebido com intuito comercial, mas sim como um marco para ressaltar a proteção do consumidor. Importada dos Estados Unidos, essa data ganhou relevância no Brasil com a implementação do Código de Defesa do Consumidor em 1990. Evoluindo para além de uma iniciativa educativa, tornou-se um período de ofertas exclusivas durante a segunda semana de março. Empresas têm ampliado as possibilidades dessa data comemorativa, estendendo-a para uma Semana ou até um Mês do Consumidor, criando uma oportunidade valiosa para marcas se aproximarem do público em um intervalo com poucas celebrações expressivas no calendário.


Em 2021, entre os dias 2 e 15 de março, o comércio eletrônico brasileiro testemunhou um aumento significativo, registrando um faturamento de R$ 6,3 bilhões, representando uma alta de 85% em relação a 2020. Setores como moda e beleza foram os grandes destaques, revelando uma retomada do poder de compra do consumidor para itens não essenciais após o período pandêmico.


A comparação entre a Semana do Consumidor e a Black Friday revela particularidades entre esses dois eventos de compras. Ambos trabalham com estratégias de descontos, vantagens exclusivas e promoções personalizadas, mas os resultados divergem. Em 2021, a Black Friday faturou R$ 2 bilhões a mais do que a Semana do Consumidor, considerando exclusivamente a sexta-feira, o ápice da promoção.


O interesse relacionado ao Dia do Consumidor aumentou mais de 200% entre 2015 e 2018, indicando que o público está cada vez mais atento a essa época de promoções. Quanto à Black Friday, houve uma redução no número de vendas entre os principais dias da promoção, influenciada por diversos fatores, como a importância crescente do mês da Black Friday no calendário de consumo e o retorno do comércio local e físico após o controle da pandemia.


Enquanto a Black Friday mantém sua posição como o evento de compras mais aguardado do ano, a Semana do Consumidor cresce em relevância e procura. Essas datas oferecem aos consumidores oportunidades únicas de barganhar, e entender suas particularidades pode ser fundamental para aproveitar ao máximo as ofertas e descontos disponíveis.



 

Publicidade

 


Comments


bottom of page