top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Príncipes em Conflito | Os Desentendimentos Entre Príncipe Harry e William Revelados por Biógrafo Real

Rumores sobre a reaproximação do Príncipe Harry à Príncipe William e Família Real Britânica esbarram em conflitos de longa data com o irmão, revela novo livro


Príncipe Harry e Príncipe William

(Foto: Divulgação)


Recentemente, surgiram rumores sugerindo que o príncipe Harry estaria buscando uma reconciliação com a família real britânica. No entanto, parece que um dos principais obstáculos para esse reencontro é a sua relação conturbada com o seu irmão, o príncipe William. Segundo Robert Lacey, biógrafo especializado na realeza, os dois vivem um desentendimento desde o início dos anos 2000.


De acordo com o autor, em seu livro "Battle of Brothers", William e Harry começaram a se desentender em 2002, marcando o início de uma relação tumultuada. Nas redes sociais, muitas pessoas apontam o preconceito com Meghan Markle como o motivo principal por trás da briga entre os irmãos.


Tudo teria começado quando a imprensa começou a especular sobre os envolvimentos de Harry com drogas, seguido por uma série de outras polêmicas. Lacey afirma que o mais novo se questionava sobre por que os erros do irmão não eram tão expostos quanto os seus. Segundo o biógrafo, Harry e seus amigos acabaram assumindo erros que, na verdade, tinham William como líder, o que contribuiu para o distanciamento entre os dois.


"A função do irmão mais velho era ser perfeito, fosse ele realmente perfeito ou não, e a função do mais novo era fazer com que todos nós rirmos, reclamassem ou nos sentíssemos desaprovados", afirmou Lacey. Ele descreve Harry como um "bode expiatório", alvo constante de críticas e julgamentos, enquanto William era mais protegido pela imagem de herdeiro perfeito.


Para Lacey, Harry foi frequentemente alvo de críticas e opiniões negativas, tornando-se um alvo fácil para o escrutínio público. "[O objetivo era] fazer com que nos sentíssemos completamente superiores ao pobre garoto sem noção. Esse foi o papel que todos nós moldamos para o Príncipe Harry ao longo dos anos", concluiu o biógrafo, destacando a complexidade dos relacionamentos dentro da realeza britânica.



 


Comments


bottom of page