• Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
 
Publicidade

O governo americano está incentivando hackers a invadirem satélites; Entenda o por quê



Você já deve ter se deparado com as constantes notícias de ataque de hackers ao redor do mundo, certo? Mas além de servidores de grandes empresas, e computadores pessoais, outros dispositivos passaram a se tornar alvo de ataques, e eles estão bem acima de você: Satélites. Com cada vez mais deles na órbita da Terra, isso passou a chamar atenção de hackers. Visto isso, o governo dos Estados Unidos organizou um evento com um único intuito: hackear um satélite.


Chamado de 'Hack-a-Sat', da a oportunidade para hackers de todo o mundo ganharem ao todo US$60 mil caso consigam invadir o equipamento dos outros participantes, ao mesmo tempo que defender o seu. O trabalho é todo feito pelos softwares, porém os desenvolvedores devem estar preparados para influências da gravidade da Terra e as diversas peculiaridades que envolve um satélite. Para um maior realismo, os organizadores também dão para as equipe uma réplica de um satélite de verdade.





O principal intuito do evento é, com os resultados obtidos pelas equipes durante a competição, a U.S Space Force poderá usar para proteger os próprios satélites que estão e que irão entrar em órbita.


"O conceito de hackear um satélite é discutido frequentemente em comunidades da deepweb e darknet. Existe uma ameaça real, e eu penso que o governo dos Estados Unidos está preocupado com os possíveis impactos para GPS e satélites relacionados a internet/telecomunicações em órbita baixa", comenta um analista de notícias cybernéticas em entrevista.





Quer se aprofundar no assunto de satélites e cybersegurança? Então tenho uma dica pra você: Confira o último episódio do Tech Hour, com apresentação do Henrique Campos, sobre exatamente esse tema, e conta com a participação de Prentice Chaves e Matheus Ribeiro, ambos engenheiros de sistemas espaciais formados pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), e que trabalham para a Visiona.


Você não pode perder! Confira ao vídeo completo abaixo:






Quer ficar por dentro de várias notícias sobre a cultura pop e o mundo da tecnologia? Acesse o canal do Portal neoNews no Telegram!



Fonte: Cybernews





Posts Relacionados