top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Luísa Sonza fala sobre o seu novo álbum

A cantora tem 28 canções prontas


Gustavo comemorando a liderança

(Foto: Divulgação)


Na última segunda-feira (3), Luísa Sonza reuniu centenas de fãs para um bate-papo no Twitter, onde abordou questões sobre o processo de produção de seu aguardado álbum, ainda sem título e sem data de lançamento.


Em Los Angeles, a artista revelou que conseguiu produzir 28 músicas, mas não tem certeza de quais entrarão na tracklist de "LS3". Sonza compartilhou que o próximo álbum será mais "explícito", a ponto de mencionar o nome de uma pessoa por quem ela se apaixonou em uma das músicas, além das esperadas faixas com carga sexual.


Em relação às colaborações, a cantora mencionou a intenção de criar um álbum mais focado em solo, com menos artistas em destaque, embora não tenha tomado uma decisão final sobre o assunto.


Luísa expressou ainda que a produção do álbum em Los Angeles tem lhe dado maior liberdade criativa pelo fato de as pessoas de lá não a conhecerem. "É muito fiel a quem eu sou. E até me assusta ser tão sincero e ter pessoas que não gostam de mim", brincou Sonza.


Apesar da internacionalização da produção e de algumas faixas em outros idiomas, a artista garantiu aos fãs que "LS3" continua "extremamente brasileiro, com a maioria das músicas em português". Uma parte do álbum será produzida pelo lendário Tommy Brown, que já trabalhou com Ariana Grande, BLACKPINK, Justin Bieber e The Weeknd.


Os fãs também pediram a Luísa que descrevesse o álbum numa palavra, à qual ela propôs duas: “viagem psicológica”. A cantora afirmou que o álbum representa uma "viagem louca dentro da minha cabeça".


Questionada sobre a recepção do álbum, ela admitiu: "Acho que o grande público não vai entender nada", mas acredita que quem comparar o projeto com o disco anterior, "Doce 22", achará o novo projeto ainda melhor.


Durante a interação com os fãs, Sonza compartilhou que desenvolveu ansiedade social devido à reação que enfrentou:


"Tenho muito medo de falar em público. Tenho medo. Tudo começou muito cedo para mim, quando eu tinha 17 anos. Comecei a receber muitas críticas por tudo que vocês presenciaram."


 

Publicidade

 

コメント


bottom of page