top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Julia Roberts Quase Não Atuou em "Um Lugar Chamado Notting Hill"

Uma das comédias românticas mais icônicas estrelada por Julia Roberts completa 25 anos


Uma das comédias românticas mais icônicas estrelada por Julia Roberts completa 25 anos
Julia Roberts

(Foto: Divulgação)



Julia Roberts quase não atuou em "Um Lugar Chamado Notting Hill". O filme, que viria a se tornar um dos clássicos da atriz, completou 25 anos do lançamento nos Estados Unidos nesta terça-feira (28) - mas a história poderia ter sido bastante diferente.


O longa conta a história do romance improvável entre Anna Scott (Julia Roberts), uma estrela de Hollywood, e William Thacker (Hugh Grant), dono de uma modesta livraria em Notting Hill, Londres. O sucesso que se estenderia por décadas após o lançamento, no entanto, não foi previsto pela própria Julia Roberts, que revelou em entrevista à British Vogue em janeiro de 2024, que interpretar uma super atriz foi, em suas palavras, "desconfortável".


O roteiro de "Notting Hill" chegou para Julia Roberts em junho de 1997, mas a proximidade do papel de Anna Scott com a própria atriz a teria incomodado em um primeiro momento. "Que chato. Que tedioso. Que coisa estúpida para mim", teria dito a atriz a seu agente quando leu o script, como ela relembrou em 1999 à Vanity Fair (via Yahoo! Entertainment). Entretanto, ela acabou mudando de ideia, parte devido ao fato de o texto ter sido assinado por Richard Curtis, à época conhecido pelo sucesso de "Quatro Casamentos e Um Funeral". "Dane-se, vou fazer este filme", concluiu à época.


Apesar de seu entusiasmo inicial, Roberts sentiu desconforto ao interpretar uma personagem tão próxima de sua própria realidade. Interpretar uma super estrela de Hollywood, quando ela mesma era uma, trouxe um nível de introspecção e desconforto que ela não havia previsto. Este desconforto, no entanto, não transpareceu na tela, onde sua performance foi elogiada tanto pelo público quanto pela crítica.


Para se preparar para o papel, Julia Roberts se inspirou em ícones de Hollywood como Grace Kelly e Audrey Hepburn, buscando capturar a essência dessas estrelas em sua interpretação de Anna Scott. Seu esforço e dedicação ao papel foram recompensados com um desempenho memorável, que se tornou um marco em sua carreira.


"Notting Hill" não apenas conquistou corações, mas também foi um grande sucesso de bilheteria. O filme arrecadou 27,7 milhões de dólares no fim de semana de estreia nos Estados Unidos e Canadá. Além disso, a atuação de Julia Roberts lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Atriz em um Filme de Comédia.


O sucesso de "Notting Hill" se estendeu muito além de seu lançamento inicial. O filme continua a ser uma das comédias românticas mais amadas de todos os tempos, e a química entre Julia Roberts e Hugh Grant é frequentemente citada como uma das melhores do gênero. O filme ainda é lembrado e reverenciado por sua capacidade de capturar a magia do amor improvável e as complexidades das vidas de seus personagens.


Hoje, "Um Lugar Chamado Notting Hill" é considerado um clássico do cinema romântico, e a atuação de Julia Roberts é uma das razões principais para isso. Sua hesitação inicial e desconforto ao aceitar o papel só tornam sua performance ainda mais notável, mostrando que às vezes, as maiores conquistas vêm dos desafios mais inesperados.


Para os fãs de longa data e novos espectadores, "Notting Hill" continua a ser uma fonte de alegria, risos e romance, consolidando seu lugar na história do cinema e no coração de todos que apreciam uma boa história de amor.


 



Commentaires


bottom of page