top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Estratégia do Disney+ para Competir com a Netflix: Qual o Caminho?

Chefe do Marvel Studios revela planos para encurtar distância entre plataformas de streaming


disney+

(Foto: Divulgação)


O Disney+ entrou no mercado de streaming em 2019, mas comparado à sua concorrente direta, a Netflix, sua estreia foi relativamente tardia. Enquanto a Netflix já operava desde 2007 e lançava conteúdo original desde 2013, como a série "House of Cards", o Disney+ teve que encontrar maneiras de recuperar o tempo perdido e competir de forma eficaz.


Brad Winderbaum, chefe do Marvel Studios, compartilhou com o Comicbook a estratégia adotada para reduzir essa diferença entre os concorrentes. Ele destacou: "Nos foi pedido para criar o máximo de conteúdo possível para o Disney+, e o mais rápido possível", porém, "houve uma mudança. Subitamente, nós tivemos que espalhar as datas de lançamento dos produtos. Então, isso causou muitos atrasos." Essa mudança de abordagem permitiu que a plataforma trabalhasse com mais tempo, visando uma qualidade ainda maior em suas produções.


Enquanto a Netflix consolidava sua posição dominante no mercado e enriquecia seu catálogo com um volume significativo de conteúdo original, a Disney optou por uma abordagem mais paciente, priorizando a qualidade sobre a quantidade. Winderbaum explicou: "Agora nós temos um esquema por trás das câmeras na Marvel. Somos mais como um estúdio tradicional. Estamos desenvolvendo mais do que nós produzimos."


Embora o Disney+ tenha chegado um pouco mais tarde à festa, o recente lançamento de "As Marvels" na plataforma sugere que a estratégia de paciência e qualidade pode estar rendendo frutos. O futuro dirá como essa abordagem ajudará o serviço de streaming a competir com eficácia no mercado cada vez mais saturado do streaming.


 

Publicidade

 


Commenti


bottom of page