• Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
 

Crônica | Ponto de equilíbrio




A astronauta Anne McClain que passou sua missão dentro da Estação Espacial Internacional (ISS) recebe dentro de um carregamento enviado pela missão SPACEX uma mascote que simbolizava a Terra, carinhosamente chamada de “Earthier”. No seu momento de diálogo consigo mesma ela diz:


- “Sim amiga, essa é a sua Mãe Terra. Ela não é linda?"


Qual seria sua surpresa ao observar a Terra do espaço pela primeira vez? Se todos pudessem um dia sentir o nosso planeta como um todo, teríamos outra formação de pensamentos. Num fundo escuro, levando consigo sua amiga Lua, a Terra passeia pelo espaço numa velocidade incrível de aprox. 1.700 km/h.


Com decorrer do tempo esqueci da minha CASA e a busca pela ILUSÃO me impôs mais forte.


Enquanto a medicina oriental estudava o corpo humano como um todo, a medicina atual é dividida em várias especialidades. A engenharia que era resumida em imaginação e concretização se diversificou e seguiu o seu caminho; exemplo típico da construção das pirâmides quando não se falava de um projetista, calculista, arquiteto, pintor etc. Na área de humanas também houve diversificação de conceitos; de Platão a Freud. Incrivelmente muitos deixaram de lado o princípio da criação do ser humano. A divisibilidade isolou os pensamentos.


Noto que existe uma escala de desenvolvimento tecnológico exponencial na proporção inversa do crescimento do HOMEM. Vejo uma luz amarela acendendo como alerta e não é por causa dessa atual situação viral e nem pela justiça criada pelo homem e sim pelo distanciamento dos Princípios Básicos. Sei que a raça humana passou por várias situações de sobrevivências nas guerras e nas pandemias, bem como nos conceitos e nas teorias que aparecem e desaparecem. E a vida segue seu caminho.


No passado eu me deparava em situações de vida com pesos e medidas diferentes. A minha busca pelo equilíbrio era constante. Quando o peso da dor era maior, tentava encher o lado oposto da balança com amor e uma pitadinha de esperança. Quando a balança pendia para a solidão eu buscava preencher o lado oposto com trabalho. Mas, hoje descobri que existe outra maneira de sentir o equilíbrio. Como numa simples gangorra, bastei deslocar o PONTO DE APOIO, mesmo existindo pesos diferentes nas extremidades. É com a compreensão do Homem e da aplicação da bondade.


Chega um momento em que eu me pergunto:

- “Como posso ser útil para essa complexa máquina chamada ser humano?”.

Essa pergunta me fez refletir a intensa ligação com O CRIADOR.


A Terra gira em torno do sol a 100.000 km/hora. Queira ou não tudo que está ao meu redor tem dinâmica. Então porque devo pensar que estou estático na vida, na profissão, no relacionamento e no amor? Manterei firme e forte na busca constante destes PONTOS DE EQUILÍBRIOS. Um dia transformarei a minha mascote num talismã. Um dia descobrirei que o EQULÍBRIO sempre foi algo pertinente.

Banner_rede_social_branco.jpg
Bruninha_Banner.png
Siga o @portalneonews nas redes sociais e fique por dentro de conteúdos exclusivos
  • Grey Twitter Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Facebook