top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Crítica | A Cor Púrpura

Resgatando a Emoção: A Releitura Musical de A Cor Púrpura


A cor púrpura

(Foto: Divulgação)


A narrativa de "A Cor Púrpura" transcende gerações e fronteiras, e a adaptação musical de Blitz Bazawule, lançada em 2024, não apenas mantém essa tradição, mas a eleva a novos patamares. A história de Celie, uma jornada de dor, amor e redenção, é contada com uma intensidade renovada, graças à poderosa trilha sonora e às performances emocionantes do elenco.


A cinematografia de "A Cor Púrpura" mergulha o espectador nas paisagens rurais do sul dos Estados Unidos do início do século 20, capturando tanto a beleza quanto a brutalidade desse ambiente. As cenas são ricamente compostas, destacando as nuances emocionais dos personagens e enfatizando os contrastes entre luz e sombra, esperança e desespero.


Fantasia Barrino brilha no papel de Celie, entregando uma performance visceral que captura toda a angústia e a força interior da personagem. Sua voz poderosa dá vida às canções do musical, transmitindo a jornada emocional de Celie de uma maneira comovente e autêntica.


O relacionamento entre Celie e Shug Avery, interpretada por Taraji P. Henson, é explorado com uma profundidade e sensibilidade que adicionam uma nova dimensão à história. Bazawule e o roteirista Marcus Gardley não hesitam em retratar o amor entre as duas mulheres de maneira autêntica e respeitosa, permitindo que sua conexão emocional ressoe de forma genuína na tela.


Os números musicais são o coração pulsante do filme, fornecendo momentos de catarse e celebração que elevam a narrativa a novos patamares emocionais. A música não apenas complementa a história, mas também serve como uma forma de expressão para os personagens, permitindo-lhes encontrar sua voz e sua força interior.


Embora baseado no trabalho seminal de Alice Walker e na adaptação cinematográfica de Steven Spielberg, o novo "A Cor Púrpura" encontra sua própria identidade como um espetáculo musical vibrante e emocionante. Bazawule homenageia o legado do filme original enquanto adiciona suas próprias camadas à história, enriquecendo os personagens e explorando temas universais de amor, resiliência e redenção.


No final das contas, "A Cor Púrpura" de 2024 é mais do que uma simples adaptação - é uma celebração da força do espírito humano e da capacidade de encontrar beleza e esperança mesmo nos momentos mais sombrios da vida. É um testemunho do poder transformador da arte e da música, e uma lembrança de que, no final, o amor sempre triunfa sobre a adversidade.


Ficha técnica


Nome A Cor Púrpura

Tipo Filme

Onde assistir Cinema / Prime Video / Google Play

Categoria Drama / Musical

Duração 2h21

Nota 4/5


 

Publicidade

 

Comments


bottom of page