top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Como a estrutura de shows estão sendo influenciados pelas redes sociais

Veja o que diretores criativos acham sobre a nova tendência de shows que ainda está para chegar ao Brasil.


Gustavo comemorando a liderança

(Foto: Divulgação)



Os shows hoje em dia estão ficando com seus palcos cada vez mais simples e, ao mesmo tempo, mais compartilháveis.


Como exemplo, na turnê “Motomami” de Rosalía, a cantora não precisou de quase nada para fazer o seu show ser o famoso “instagramável”. Ela subiu em um palco vazio acompanhada apenas de seus dançarinos. O palco contava com dois telões verticais e uma tela em braco usada para as projeções que são acompanhadas por um cinegrafista do início ao fim da apresentação.


A estética das apresentações estão sendo pensadas exatamente para vídeos no TikTok e Instagram, mas será que isso será uma tendência? A resposta é SIM, pelo menos para artistas internacionais. Tanto que LeRoy Bennett, designer de iluminação e produção que trabalha com Lady Gaga, diz que a turnê Chromatica Ball foi "absolutamente" pensada para as redes sociais.



"Gosto muito dessa abordagem porque a rede social se tornou uma grande parte do mundo", explicou LeRoy Bennett. Neste show, o palco da Gaga tem arquitetura brutalista. É bem vazio. Ela sobressai em inúmeros ângulos, com todas as performances e looks inusitados.


Hoje em dia os shows, portanto, estão sendo pensados “na vertical”, exatamente para ficarem melhores nas redes sociais. Isso, além de trazer um investimento consideravelmente menor para os artistas, também traz o que o público mais deseja atualmente: posts bonitos para as redes sociais.


 

Publicidade

 

Comentarios


bottom of page