top of page

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany. neoCompany Ltda. Todos os direitos reservados.

  • LinkedIn
  • Youtube

neonews, neoriginals e ClasTech são marcas neoCompany.

neoCompany ltda. Todos os direitos reservados.

Entre em contato com o neonews

Tem alguma sugestão de pauta, eventos ou deseja apenas fazer uma crítica ou sugestão, manda um email pra gente.

  • Foto do escritorRedação neonews

Amazon é Acusada de Cobrar por Anúncios Ineficazes | Comerciantes Reclamam de Falha no Sistema

Denúncia Revela Cobranças por Anúncios Exibidos para Consumidores Inalcançáveis da Amazon


Amazon

(Foto: Divulgação)


A Amazon está no centro de uma polêmica após ser acusada de cobrar de lojas por anúncios e exibi-los para consumidores que não podiam adquirir os produtos. Um comerciante nos Estados Unidos expôs uma aparente falha grave no sistema de publicidade da empresa.


Segundo a Bloomberg, o caso foi iniciado por Rob Robinson, proprietário de uma loja de acessórios para gamers com cerca de 80 funcionários, que atua exclusivamente no comércio online. Robinson percebeu que estava sendo cobrado de forma automática pela Amazon para exibir anúncios em regiões dos Estados Unidos onde sua loja não operava. Em outras palavras, ele estava gastando parte do orçamento em publicidade que não geraria vendas.


Em resposta às denúncias, a Amazon garantiu que corrigirá o serviço automatizado de contratação de publicidade, possivelmente afetado por instabilidades na configuração geográfica de exibição.


Entretanto, segundo a reportagem, a empresa ofereceu a Robinson um reembolso de apenas US$ 15 mil, uma fração do valor que ele alega ter perdido ao longo dos meses em que a falha persiste.


A denúncia levanta preocupações sobre a transparência e eficácia dos serviços de publicidade oferecidos pela Amazon, destacando a importância de uma revisão detalhada e aprimoramento contínuo de seus sistemas para garantir a confiança e satisfação dos comerciantes que utilizam sua plataforma.


 

Publicidade

 


Comments


bottom of page